candido logo cor

 SEPAI

INSTITUTO SÃO ZACHARIAS DE ESTUDOS E PESQUISAS 

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU

PSICANÁLISE E SAÚDE MENTAL

 (Aprovado pelo MEC CNE 01/2007)


 

INÍCIO DE NOVA TURMA: 27 de Agosto de 2016

 

ATIVIDADES DE ABERTURA

III Jornadas Clínicas:

A Mãe, A Mulher e Os Semblantes do Feminino

27 de agosto e 03 de setembro


FAÇA SUA PRÉ-INSCRIÇÃO AQUI

 

OBJETIVOS             

 

Articular a Psicanálise com o Campo da Saúde Mental priorizando a clínica do sujeito em suas diferentes estruturas e manifestações.

Desenvolver aspectos teóricos e clínicos fundamentais da Psicanálise, pesquisar as diferentes psicopatologias e a circulação delas pelos dispositivos, identificando as condições de possibilidades de tratamento no contexto da Rede de Atenção Psicossocial.

Estudar as principais diretrizes das políticas públicas de saúde mental, tomando a rede de atenção psicossocial como um campo aberto a intervenção da psicanálise.

Traçar vias de interlocução entre  Clínica e Política no Campo da Reforma Psiquiátrica Brasileira através de princípios que regem a prática psicanalítica em instituição.

PÚBLICO ALVO

Psicólogos, Psiquiatras, Assistentes Sociais, Enfermeiros, Fonoaudiólogos, Terapeutas Ocupacionais, e outros trabalhadores em saúde.

CARGA HORÁRIA

432 horas/aulas teóricas


PROGRAMA

Disciplinas:

1.      Tópicos Clínicos em Saúde Mental

Articular a Psicanálise com o Campo da Saúde Mental priorizando a clínica do sujeito em suas diferentes manifestações. Interrogar o valor do diagnóstico clínico na interface entre os dois campos, considerando a prática institucional a partir da pluralidade de discursos que comporta. Promover reflexão acerca da aplicação da psicanálise às práticas institucionais, destacando a perspectiva ética que a define.

2.      Psicanálise e Atenção Psicossocial

A partir de balizas da Reforma Psiquiátrica Brasileira e de fundamentos da psicanálise aplicada à clínica, esta cadeira objetiva discutir a articulação possível entre as duas áreas presentificadas há muitos anos pelo trabalho dos psicanalistas na rede de saúde mental. Para tanto, serão tratadas principalmente a aplicação da psicanálise a instituições e a noção de ‘prática entre vários’.

3.      Fundamentos Teóricos e Clínicos da Perversão

Esta disciplina objetiva colocar em evidência, entre outros, casos da literatura e o diagnóstico diferencial em relação às demais estruturas. Busca desenvolver aspectos teóricos e interrogar as condições de possibilidade do que seria a clínica em casos relativos à estrutura da perversão.

4.      A Clínica da Neurose

À luz das fundamentações de Freud e Lacan esta disciplina objetiva evidenciar caso (s) clínico (s) e clássico (s) da literatura psicanalítica. Visa destacar os passos da constituição da neurose. Este desenvolvimento será feito em contraposição as demais estruturas clínicas e em função da possibilidade e lugar do tratamento de sujeitos neuróticos da rede de saúde mental.

5.      A Clínica da Psicose

Introduzir princípios básicos que norteiam a clínica da psicose. Abordar as perspectivas de intervenção analítica na clínica da psicose, no trabalho individual ou em instituição. Colocar em questão o lugar do analista na direção do tratamento, o lugar da interpretação, e o tratamento possível da psicose para à infância/adolescência e adultos. Este desenvolvimento será feito em articulação as demais estruturas clínica e em função da possibilidade do tratamento de sujeitos psicóticos da rede de saúde mental.

6.      A Clínica do Autismo

Apresentar e aprofundar aspectos teóricos – clínicos sobre o autismo na infância e a clínica em suas possibilidades de intervenção.

7.      Psicanálise, Psiquiatria e Neurociências

Investigar os pontos de contato e afastamento entre as neurociências, a psiquiatria e a teoria e clínica psicanalítica. Realizar uma análise crítica das categorias nosológicas da psiquiatria atual, as articulações dela com as ciências do cérebro e o impacto das neurociências no imaginário social contemporâneo. Oferecer noções de farmacologia e de princípios éticos que sustentam uma clínica com medicamentos, pensando as condições de possibilidades de articulação entre psicofarmacologia e a psicanálise.

8.      Elementos de Fundamentação da Clínica

Apresentar elementos fundamentais para uma clínica psicanalítica a partir de uma visão crítica do ensino de Freud e Lacan, destacando a clínica com crianças, adolescentes e adultos.

9.      A Clínica das Toxicomanias

Transmitir fundamentos teórico-clínicos sobre uso, abuso e dependência de substâncias lícitas e ilícitas. Desenvolver aspectos gerais da clínica das toxicomanias e as especificidades do uso de drogas na infância, adolescência e adultos. Relacionar as principais características da adolescência, destacando a particularidade do vínculo do sujeito com o objeto droga. Abordar a distinção entre fenômeno e estrutura, o estabelecimento do diagnóstico diferencial e sua importância na direção do tratamento.

10.  A Decisão da Sexualidade

Apresentar a entrada da criança na diferença sexual e na sexualidade, como decisão orientada pela economia de gozo do ser imerso no simbólico, na linguagem. Discutir a conceituação psicanalítica das sexualidades feminina e masculina.

11.  Subjetividade e Contemporaneidade

Desenvolver estudo sobre as mudanças ocorridas na passagem da cultura moderna à cultura contemporânea e os efeitos daí decorrentes nas subjetividades, em especial na infância, com recorte para os chamados novos sintomas: depressão, transtornos de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), transtorno do pânico, dependência às drogas, anorexia, bulimia e fracasso escolar.

12.  Ética da Psicanálise

Apresentar a noção de ética na psicanálise com sua profunda diferença em relação à ética articulada à moral e ao Bem. Partindo do corte radical efetuado por Freud no campo da ética a partir da consideração da pulsão de morte, explorar as consequências teóricas e clínicas da conceituação de Lacan da ética como referida ao posicionamento do sujeito enquanto desejante, o que o conduz ao aforismo “não ceder sobre o seu desejo”.

13.  Os Quatro Conceitos Fundamentais da Psicanálise

Este curso visa apresentar a noção de sujeito e sua estrutura clínica a partir dos conceitos fundamentais da psicanálise: o inconsciente, a repetição, a transferência e a pulsão. Com isto, visa também colocar em evidência questões da clínica psicanalítica e alguns de seus impasses.

14.  Metapsicologia Psicanalítica

Apresentar as noções de inconsciente e pulsão enquanto conceitos específicos da teoria psicanalítica que pressupõem a linguagem e a ordem simbólica. Destacar os princípios fundamentais da teoria freudiana com relação a construção da sexualidade e da subjetividade na infância.

15.  A Clínica com Adolescentes

Apresentar a conceituação de adolescência na psicanálise e as especificidades de sua clínica, tais como a questão da demanda de análise, transferência e direção do tratamento, recorrendo à discussão de casos clínicos e à reflexão sobre os sintomas mais frequentes.

16.  Introdução à Psicopatologia

Apresentar e discutir as psicopatologias à luz da teoria psicanalítica. Conceituar a constituição do eu e do corpo da criança, imersa no simbólico, como função do corpo significante pertencente ao campo do Outro e o sujeito do inconsciente como efeito de linguagem. Articular a constituição subjetiva a partir do discurso do Outro e os sintomas do sujeito como resposta a entrada na ordem simbólica.

17.  Metodologia da Pesquisa – Pesquisa em Psicanálise

Desenvolver aspectos e métodos para o desenvolvimento de pesquisas. Apresentar os percursos para o desenvolvimento de pesquisas no campo psicanalítico, tanto no que envolve prática clínica e a metapsicologia que a embasa, quanto às contribuições deste campo à epistemologia.

19.  Disciplinas Eletivas

Relações Precoces Primárias e Estrutura

Apresentar contextualização histórica colocando em evidencia as diferenças e aproximações entre Freud, os chamados pós-freudianos e o ensino de Lacan, a partir dos principais conceitos postulados por estes autores em relação à sexualidade feminina, a maternidade, a relação de objeto, a direção do tratamento, a transferência e fim de análise.

Inteligência, Debilidade e Atraso Escolar

Oferecer elementos de compreensão sobre os diversos fatores que contribuem para a inteligência, debilidade e atraso escolar. Articular a relação fracasso escolar e sociedade contemporânea.

Intervenção Precoce: A Constituição do Sujeito

Desenvolver aspectos sobre a noção de intervenção precoce e a constituição do sujeito. Destacar os diversos elementos da relação mãe-bebê em suas diferentes variáveis. Apresentar uma reflexão acerca da presença do psicanalista nas unidades de tratamento infantil do ambiente hospitalar.

 

Atividades Extracurriculares - Jornadas, Fóruns de Psicanálise, Psicanálise & Cinema, entre outras.

COORDENAÇÃO

A Coordenação é exercida por Colegiado que tem a seguinte composição:

Coordenação do SEPAI: Silas Cabral Bourguignon

                                       Isidoro Eduardo A. do Brasil

Professor(as): Marcia A. Zucchi e Cristina Duba Silveira

CORPO DOCENTE

Dra. Ana Martha W. Maia, Psicóloga (CRP: 05-12063) e Psicanalista, Mestre em Psicologia Clinica (PUC - Rio), Dra. em Psicologia (UFRJ), Dra. em Literatura (PUC -Rio), Pós Doutora em Literatura Comparada(UERJ). Membro da EBP/AMP. Membro Associado do ICP-RJ.

Dr. André Luis de Oliveira Lopes, Psicanalista, Doutor pelo Programa de Pós-Graduação de Pesquisa e Clínica em Psicanálise da UERJ, Mestre em Ciências da Arte pela Universidade Federal Fluminense (UFF), professor do IBMR Laureate, da Universidade Candido Mendes - UCAM e do SEPAI - Hospital São Zacharias.

Dr. Carlos Eduardo Leal, Psicólogo, Psicanalista, Mestre em Psicologia PUC-RJ (1986), Doutor em Psicologia Clínica PUC-RJ (1997) Professor Universitário e Supervisor Clínico (FAMATh) desde 1982. Escritor e Artista Plástico.

Dra. Cláudia Henschel de Limamestre e doutora pela UFRJProfessora Adjunta do Departamento de Psicologia. UFF. Coordenadora do Laboratório de Investigação das Psicopatologias Contemporâneas. Coordenadora do Centro Regional de Referência em Álcool e Outras Drogas - SENAD/UFF. Supervisora do CAPS - AD de Volta Redonda. Membro da AUPPF. Membro da EBP/AMP).

 

Dra. Christiane da Mota Zeitoune, Doutora em Teoria Psicanalítica pela UFRJ. Mestre em Psicologia Clinica pela PUC/RJ. Psicóloga do Departamento Geral de Ações Socioeducativas, onde exerce atualmente a função de Coordenadora de Saúde Integral e Reinserção Social. Atuou como professora substituta da Universidade Federal Fluminense no período de 2011-2012.

 

MSc. Clara Lucia Inem

Mestre em Teoria e Clínica em Psicanálise - UERJ. Doutoranda pela UVA. Psicanalista Membro da E. de Psicanálise dos Fóruns do Campo Lacaniano. Psicóloga e Supervisora do Núcleo de Estudos em Atenção ao Uso de Drogas-NEPAD/UERJ- 1980-2004. Supervisora da Residência Médica e Residência em Saúde Mental do Instituto Philippe Pinel- 1987-2004. Supervisora do CAPS-ad Vanderlei Marins – Sec. Mun. Saúde de Nova Iguaçu- 2006-2008. Professora do SEPAI/UCAM e Universidade Veiga de Almeida-UVA

MSc. Cláudia Gomes de Paula e Silva Psicóloga, psicanalista. Diretora do CAPS AD III (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas) Paulo da Portela da SMSDC do Rio de Janeiro. Mestre pelo Programa de Pós-Graduação de Pesquisa e Clínica em Psicanálise da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, UERJ.

Dra Cristiana Carneiro, Psicóloga, Psicanalista (Spid), mestre em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro-PUC-Rio, doutora em Psicologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professora adjunta do Departamento de Educação da UFRJ e Coordenadora do NIPIAC-UFRJ.

MSc Cristina Duba Silveira, Psicóloga, especialista em Psicologia pelo IPUB/UFRJ, mestre em Psicologia pela PUC-Rio. Membro da EBP/AMP- Associação Mundial de Psicanálise. Supervisora do SEPAI/HSZ.

Dr. Eduardo Ponte Brandão, Doutor em Teoria Psicanalítica pela UFRJ. Psicólogo do Tribunal de Justiça – RJ. Professor de Psicologia Jurídica da Escola de Magistratura do Estado do RJ. Professor dos cursos de pós-graduação em Psicologia Jurídica e de graduação em Pedagogia da UCAM - AVM - Faculdade Integrada. Autor do livro  “Nem Édipo, nem Barbárie: genealogia dos laços entre Aliança e Sexualidade” e Co-organizador do livro “Psicologia Jurídica no Brasil”.

Dr. Fabio Malcher

Psicanalista, Mestre e doutor pelo Programa de Pós-Graduação em Teoria Psicanalítica IP/UFRJ. Pesquisador do projeto “Circulando e traçando laços e parcerias: atendimento para jovens autistas e psicóticos em direção ao laço social” - IP/UFRJ. Psicólogo/Psicanalista na Associação Cultural Centro de Tratamento em Saúde Mental/CLITOP.

Dr. Isidoro Eduardo A. do Brasil, Médico Psiquiatra(CRM.52-19620.4), Doutor em ciências pela Fundação Oswaldo Cruz, Pós-Doutor pelo Departamento de Psiquiatria do Hospital Universitário Pedro Ernesto/UERJ, professor/supervisor da Unidade de Psiquiatria de 1994 a 2007 da Faculdade de Medicina/ Hospital Pedro Ernesto/UERJ.

MSc Jeanne Marie Leers C. Ribeiro, Mestre em Teoria Psicanalítica pela UFRJ, Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Teoria Psicanalítica da UFRJ, psicanalista – EBP/Rio, Psicóloga (CRP 05-2724) do Núcleo de Atenção Intensiva à Criança Autista e Psicótica, NAICAP - Instituto Philippe Pinel (1992 – 2003). Professora da PUC – Rio.

Dra. Lucia Maria de Freitas Perez, Psicóloga (CRP 05 - 6363), Psicanalista, Mestre e Doutora em Psicanálise pelo Instituto de Psiquiatria - IPUB/UFRJ. Professora do Departamento de Fundamentos da Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UNIRIO. Membro do Corpo Freudiano.

Dra. Márcia A. Zucchi, Psicanalista, Especialista em Psicologia Clínica Mestre em Ciências da Saúde (IFF-Fiocruz), Doutora em Teoria Psicanalítica (UFRJ), Diretora Tesoureira da Seção Rio da Escola Brasileira de Psicanálise (EBP), Membro da Associação Mundial de Psicanálise (AMP). Membro do Colegiado de Coordenação do Curso.

MSc Maria Inês Lamy, Psicóloga (CRP: 05-2881) e Psicanalista, Mestre em Psicologia pela PUC-RJ, professora da PUC – Rio. Analista da Escola Brasileira de Psicanálise EBP/AMP. Supervisora e Membro do Colegiado de Coordenação do Curso de Especialização Psicanálise com Crianças do Hospital São Zacharias.

Dra. Mariana Mollica da Costa Ribeiro, Psicóloga (CRP 05/27525) e Psicanalista (EBP/ICP-RJ). Mestre e doutora em Teoria Psicanalítica (UFRJ). Professora do Departamento de Psicologia da UFRJ. Pesquisadora e Professora Associada da Pós-graduação em Clínica Psicanalítica (IPUB/UFRJ). Supervisora do CAPS Arthur Bispo do Rosário e da Área Programática 4.0.

Dra. Ondina Maria Rodrigues Machado, Psicóloga (CRP 05- 3672), Doutora em Teoria Psicanalítica pelo IP/UFRJ, Mestre em Ciências da Saúde pelo IPUB/UFRJ. Professora do Curso de Especialização em “Psicanálise: subjetividade e cultura” do I. de Ciências Humanas do D. de Psicologia da UFJF. Supervisora do Projeto Digaí Maré e Diretora da EBP- Seção Rio. Membro da Associação Mundial de Psicanálise (AMP).

Dr. Rossano Cabral Lima, Médico Psiquiatra infantil (CRM. 52 – 61536.4), Mestre e Doutor em Saúde Coletiva pelo IMS/UERJ, com período de doutorado no Instituto Max Planck de História das Ciências de Berlim (Alemanha). Professor do mestrado e doutorado do IMS/UERJ.

DIAS E HORÁRIOS DAS AULAS
Sábados – 3 sábados ao mês das 9h20 às 16h20
* Recesso: previsto em parte Julho, Dezembro e Janeiro.

INSCRIÇÃO
A inscrição deverá ser realizada no SEPAI/Instituto São Zacharias de Estudos e Pesquisas no Hospital São Zacharias pelo candidato ou seu representante legal munido de procuração, através de agendamento no telefone 21 22442698.

Poderá também ser realizada sua pré-inscrição clicando no ícone acima à esquerda: FAÇA SUA INSCRIÇÃO AQUI

Documentos Necessários

* Cópia do Diploma da Graduação (Uma cópia autenticada) ou declaração de conclusão, indicando que o diploma está em andamento;

* Histórico Escolar da Graduação (Uma cópia autenticada);

* Curriculum Vitae;

* Memorial;

* Documento de identidade e CPF. Psicólogos devem apresentar identidade do CRP;

* Duas fotos 3 x 4;

 * Comprovante de residência.

* Memorial: máximo de duas páginas, contendo, preferencialmente os seguintes aspectos:

Atividades profissionais ou estágios realizados, quando realizados;

Apresentação das razões que trazem o aluno ao Curso de Especialização, expectativas e objetivos;

OBS:
* Exceto Cópia do Diploma e Histórico, os documentos podem ser cópias autenticadas ou cópias com apresentação dos documentos originais.

* A taxa de inscrição só será devolvida em dia previamente agendado, em caso de cancelamento do curso pela UCAM.

SELEÇÃO

Análise Curricular e Entrevista

INVESTIMENTO

INSCRIÇÃO - R$150,00 (cento e cinquenta reais). O aluno somente estará habilitado ao processo seletivo mediante apresentação de comprovante de pagamento do valor de inscrição que pode ser pago diretamente na instituição.

O curso poderá ser pago em parcelas da seguinte forma:

Datas e Valores:

30/31 a 05/mês – R$589,00

De 6 a 10/mês – R$644,00

Valor normal sem desconto - 11 a 15/mês: R$699,00

A primeira parcela do curso refere-se à matrícula e será quitada imediatamente à aprovação no processo de seleção.

DESCONTOS: valores diferenciados para ex-alunos e funcionários da Rede de Atenção Psicossocial do Município do Rio de Janeiro - CONSULTAR

OBS.: Serão considerados ex-alunos aqueles que efetivamente concluíram algum curso de graduação na UCAM, sendo obrigatório apresentação do certificado de conclusão. Para funcionários da rede é necessário apresentação da carteira funcional.

 

Pro Reitoria de Pos Graduação e Pesquisa

Universidade Candido Mendes

Rua da Assembleia 10, 8º andar

 

Instituto São Zacharias de Estudos e Pesquisas

Hospital São Zacharias
Av. Carlos Peixoto 124, Botafogo (em frente ao Shopping Rio Sul)

Horário de Funcionamento: 09h às 17h
Telefone: (21) 2244-2698 e-mail:
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.">Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

<![if !supportLineBreakNewLine]>
<![endif]>

 

 

 

JoomShaper
4798