CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU EM PSICOLOGIA CLÍNICA

Psicanálise com crianças - Intervenção Precoce
(Aprovado pelo MEC CNE 01/2007)
 



Início de novos módulos: 17 de Maio de 2014

Informações: 21 2244-2698

 

ATIVIDADE ABERTA

 

O trabalho de luto e a perda do objeto de amor no filme “A liberdade é Azul”.

 

Dirigido por Krzysztof Kieslowski, com Juliette Binoche, Zbigniew Zamachowski, entre outros.

Data: 16 de maio de 2014 

Horário:14:30 hs 

Realização: CURSO DE EXTENSÃO LUTO, MELANCOLIA E DEPRESSÃO 

& 

UNIDADE PSICANALISE, CINEMA & LITERATURA  

 Coordenação: Sandra Viola e Carlos Eduardo Leal 


 


APRESENTAÇÃO DO CURSO


O Curso de especialização lato sensu em Psicologia Clínica - Psicanálise com Crianças: Intervenção Precoce, é uma realização do SEPAI - Serviço de Psicanálise em Atenção à Infância do Hospital São Zacharias da Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro e da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa da Universidade Cândido Mendes – UCAM.

A Santa Casa e UCAM, nesta iniciativa, pela responsabilidade social que ambas preconizam, elevam a importância do Rio de Janeiro na dedicação a infância e adolescência, em particular, por introduzir a psicanálise no ambiente Hospitalar, com atividade dedicada a pesquisa e à prática clínica. Desta forma, a Santa Casa mantém a tradição e o  pioneirismo de dedicação integral à infância em conjunto com a UCAM, universidade reconhecida nacional e internacionalmente pelas relevantes atividades acadêmicas e de pesquisa que desenvolve, com o mérito de ambas instituições criarem um espaço que possibilite a conversação da psicanálise com outros campos do saber.

O SEPAI tem em seus quadros psicólogos, médicos, pesquisadores e psicanalistas com formação voltada  para a investigação sobre a teoria e  a clínica com crianças. O Curso além de oferecer disciplinas teóricas, possui um espaço para exercício da clínica, supervisão semanal e a Conexão Psicanalise, Cinema & Literatura, com exposições e debates periódicos.

OBJETIVOS
 
* O aprofundamento de conhecimentos através de aulas teóricas e seminários;
* O dialogo multidisciplinar com diferentes campos do saber que têm como objeto de investigação e teorização a infância e a adolescência; 
* A prática clínica para alunos autorizados;
* A teorização e o debate sobre a clínica psicanalítica através de aulas, seminários, grupos de leitura e supervisões que coloquem em questão os casos clínicos atendidos no hospital pelos alunos, bem como, os casos clássicos da literatura;
* O desenvolvimento e o aprimoramento da escrita para a elaboração de artigos;
* A elaboração de trabalho (obrigatório) de conclusão do curso.


PÚBLICO ALVO
Psicólogos, Médicos e outros profissionais da infância.


CARGA HORÁRIA

560 horas aula


PROGRAMA DO CURSO


Módulo: Inteligência, Debilidade e Atraso Escolar

Oferecer elementos de compreensão sobre os diversos fatores  que contribuem para a inteligência, debilidade e atraso escolar. Articular a relação fracasso escolar e sociedade contemporânea.

Módulo: Psicanálise, Psiquiatria & Neurociências

Investigar os pontos de contato e afastamento entre as neurociências, a psiquiatria e a teoria e clínica psicanalítica.  Realizar uma análise crítica das categorias nosológicas da psiquiatria atual,  as articulações dela com as ciências do cérebro e o impacto das neurociências no imaginário social contemporâneo. Oferecer noções de farmacologia e dos princípios  éticos que sustentam uma clínica com medicamentos, especialmente na faixa etária infanto-juvenil, pensando as possibilidades de articulação entre psicofarmacologia e a psicanálise.

Módulo: Drogas, Transgressão e Toxicomanias

Transmitir fundamentos sobre as diferentes drogas, sobre o uso, abuso e dependência de substâncias lícitas e ilícitas. Desenvolver aspectos gerais da clínica das toxicomanias e as especificidades do uso de drogas na infância e a adolescência. Relacionar as principais características da adolescência, colocando em questão a relação do sujeito com o consumo de drogas em suas errâncias. Contextualizar o fenômeno toxicomaníaco e a transgressão. Articular o uso abusivo de drogas com as estruturas clínicas e comorbidades psiquiátricas.

Módulo: A Decisão da Sexualidade

Apresentar a entrada da criança na diferença sexual e na sexualidade, como decisão orientada pela economia de gozo do ser imerso no simbólico, na linguagem. Discutir a conceituação psicanalítica das sexualidades feminina e masculina.

Módulo: Subjetividade & Contemporaneidade

Desenvolver estudo sobre as mudanças ocorridas na passagem da cultura moderna à cultura contemporânea e os efeitos daí decorrentes nas subjetividades, em especial na infância, com recorte para os chamados novos sintomas: depressão, transtornos de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), transtorno do pânico,  dependência às drogas, anorexia, bulimia e fracasso escolar.

Módulo: Clínica do Autismo e Psicose

Apresentar e aprofundar a discussão teórico - clínica sobre o tema do autismo e da psicose na infância.

Módulo: Clínica com Crianças

O desenvolvimento teórico com detalhamentos e especificidades da clínica com crianças.

Modulo: Clínica com Adolescentes

Apresentar a conceituação de adolescência na psicanálise e as especificidades da clínica psicanalítica com adolescentes, tais como a questão da demanda de análise, transferência e direção do tratamento, recorrendo à discussão de casos clínicos e à reflexão sobre os sintomas mais frequentes.

Módulo: Intervenção Precoce

Desenvolver aspectos sobre a noção de intervenção precoce a  partir da  relação mãe-bebê. Reflexão acerca da presença do  psicanalista   nas unidades de tratamento infantil do ambiente hospitalar.

Módulo: Intervenções Clínicas 

O Brincar da criança na clinica. Princípios gerais e conceitos que orientam a clínica com crianças a partir de estudo de casos.

Módulo: Elementos de Fundamentação da Clínica

Apresentar elementos fundamentais para uma clínica psicanalítica, a partir de uma  visão crítica do  ensino de  Lacan, objetivando  a clínica com crianças e adolescentes.

Módulo: A Criança, a Mãe e a Mulher

Apresentar, a partir de Freud e Lacan, o conceito de sujeito e sua constituição em contraposição a ideia de desenvolvimento, privilegiando o lugar da criança no discurso psicanalítico.

Módulo: Psicopatologia da Fala

Apresentar  e  discutir as  psicopatologias  da fala à  luz  da  teoria psicanalítica. Conceituar o sujeito do inconsciente e a constituição subjetiva a partir do discurso do Outro, lugar da linguagem, da criança mergulhada no simbólico.

Módulo: Metapsicologia Psicanalítica

Apresentar as noções de inconsciente e pulsão enquanto conceitos específicos da teoria psicanalítica que pressupõem a linguagem e a ordem simbólica. Destacar os princípios fundamentais da teoria freudiana com relação a construção  da sexualidade e da subjetividade na infância.

Módulo: Introdução a Psicopatologia Psicanalítica

Apresentar e discutir as psicopatologias à luz da teoria psicanalítica. Conceituar a constituição do eu e do corpo da criança, imersa no simbólico, como função do corpo significante pertencente ao campo do Outro, e o sujeito do inconsciente como efeito de linguagem. Articular a constituição subjetiva  a partir do discurso do Outro e os sintomas do sujeito como resposta a entrada na ordem simbólica.

 

Módulo: Prática Clínica Supervisionada

Discussão de casos tendo como lugar de elaboração a apresentação e supervisão dos atendimentos realizados pelos alunos no SEPAI– Serviço de Psicanálise em Atenção à Infância. 


Módulo: Metodologia da Pesquisa - Pesquisa em Psicanálise

Apresentar os percursos para o desenvolvimento de pesquisas no campo  psicanalítico, tanto no que envolve  prática clínica e a metapsicologia que a embasa,  quanto as contribuições deste campo à epistemologia.

Módulo: Relações Precoces Primárias & Estrutura

Apresentar contextualização histórica colocando em evidencia as diferenças e aproximações entre Freud, os chamados pós-freudianos e o ensino de Lacan, a partir dos principais conceitos postulados por estes autores em relação à sexualidade feminina, a maternidade, a relação de objeto, a direção do tratamento,  a transferência e fim de análise.


ATIVIDADES EXTRACURRICULARES

* Conexão Psicanálise, Cinema & Literatura - Leituras e apresentação de filmes com debate entre especialistas de diferentes campos, visando pensar conexões da psicanálise com o cinema e a literatura.


* Seminário de leituras – a cada semestre são escolhidos temas específicos (verificar disponibilidade)


DIREÇÃO


A Direção do Curso é realizada por Colegiado composto por:
 
Chefe do SEPAI: Silas Cabral Bourguignon – Coordenador
Chefe da Clinica do SEPAI: Isidoro Eduardo Americano do Brasil 
Supervisoras: Maria Inês Lamy e Cristina Duba


CORPO DOCENTE

 
Dra. Ana Martha W. Maia,  Psicóloga (CRP: 05-12063) e Psicanalista, Mestre em Psicologia Clinica (PUC- Rio), Dra. em Psicologia (UFRJ), Dra. em Literatura (PUC-Rio), Pós Doutora em Literatura Comparada(UERJ). Membro da EBP/AMP. Membro Associado do ICP-RJ.

Dr. André Luis de Oliveira Lopes, Psicólogo (CRP: 05-21754) e Psicanalista, Doutor pelo Programa de Pós-Graduação de Pesquisa e Clínica em Psicanálise da UERJ, Mestre em Ciência da Arte (UFF). 

Dra. Bethânia Sampaio Corrêa Mariani, Psicanalista, Mestre e Doutora em Lingüística pela UNICAMP. Pós Doutora pela Stanford University. Profa. do Departamento de Ciências da Linguagem e da Pós graduação de letras da Universidade Federal Fluminense. Analista Membro da Escola Lacaniana de Psicanálise-RJ. Professora Convidada.

Dr. Carlos Eduardo Leal, Psicólogo, Psicanalista, Mestre em Psicologia PUC-RJ (1986), Doutor em Psicologia Clínica PUC-RJ (1997) Professor Universitário e Supervisor Clínico (FAMATh) desde 1982. Escritor e Artista Plástico.

MSc Clara Lucia Inem, Psicóloga(CRP: 05-0794), Mestre em Teoria e Clínica em Psicanálise - UERJ. Psicanalista Membro da  Escola  de Psicanálise dos Fóruns do Campo Lacaniano. Psicóloga e Supervisora do Setor de Assistência Terapêutica do Núcleo de Estudos em Atenção ao Uso de Drogas-NEPAD/UERJ- 1980-2004. Supervisora da Residência Médica e Residência em Saúde Mental do Instituto Philippe Pinel- 1987-2004. Supervisora do CAPS-ad Vanderlei Marins - Secretaria Municipal de Saúde de Nova Iguaçu- 2006-2008.

Dra Cristiana Carneiro, psicóloga, Psicanalista(Spid), mestre em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro-PUC-Rio, doutora em Psicologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professora adjunta do Departamento de Educação da UFRJ e Coordenadora do NIPIAC-UFRJ.

MSc Cristina Duba Silveira, Psicóloga, especialista em Psicologia pelo IPUB/UFRJ, mestre em Psicologia pela PUC-Rio. Membro da EBP/AMP- Associação Mundial de Psicanálise. Supervisora do SEPAI/HSZ.

MSc Fabio Malcher, Psicanalista, mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Teoria Psicanalítica IP/UFRJ e doutorando pelo mesmo programa. Pesquisador do projeto “Circulando e traçando laços e parcerias: atendimento para jovens autistas e psicóticos em direção ao laço social”- IP/UFRJ. Analista na Associação Cultural Centro de Tratamento em Saúde Mental.

Dr. Isidoro Eduardo A. do Brasil, Médico Psiquiatra, Psiquiatra infantil (CRM.52-19620.4), Doutor em ciências pela Fundação Oswaldo Cruz, Pos Doutor pelo Departamento de Psiquiatria do Hospital Universitário Pedro Ernesto/UERJ, ex professor do mesmo, psicanalista e Presidente da Escola Brasileira de Psicanálise, Movimento Freudiano. Chefe de Clínica e Supervisor do Sepai/HSZ. 

MSc Jeanne Marie Leers C. Ribeiro, Mestre em Teoria Psicanalítica pela UFRJ, Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Teoria Psicanalítica da UFRJ, psicanalista – EBP/Rio, Psicóloga (CRP 05-2724) do  Núcleo de Atenção Intensiva à Criança Autista e Psicótica, NAICAP - Instituto Philippe Pinel (1992 – 2003). Professora da PUC – Rio.

Dra. Lucia Maria de Freitas Perez, Psicóloga (CRP 05 - 6363), Psicanalista, Mestre e Doutora em Psicanálise pelo Instituto de Psiquiatria, IPUB/UFRJ. Professora do Departamento de Fundamentos da Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UNIRIO. Membro do Corpo Freudiano.

Dr. Marcelo Santos Cruz, Médico Psiquiatra( CRM-359302), doutor em psiquiatria, coordenador do Programa de Estudos e Assistência ao Uso Indevido de Drogas do Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro (PROJAD-IPUB/UFRJ), Vice-presidente da Associação Brasileira Multidisciplinar de Estudos sobre Drogas (ABRAMD), Membro do Conselho Editorial Nacional do Jornal Brasileiro de Psiquiatria e do Comitê de Ética em Pesquisa do IPUB/UFRJ.


Dra. Márcia A. Zucchi,  Especialista em Psicologia Clínica (CRP 05-2886), Psicanalista, Mestre em Ciências da Saúde (IFF-Fiocruz), Doutora em Teoria Psicanalítica (UFRJ), Diretora Tesoureira da Seção Rio da Escola Brasileira de Psicanálise  ( EBP), Membro da Associação Mundial de Psicanálise (AMP).

MSc Maria Inês Lamy, Psicóloga (CRP: 05 – 2881) e Psicanalista, Mestre em Psicologia pela PUC-RJ, professora da PUC – Rio. Analista da Escola Brasileira de Psicanálise EBP/AMP. Supervisora e Membro do Colegiado de Coordenação do Curso de Especialização Psicanálise com Crianças do Hospital São Zacharias.

Dra. Mariana Mollica da Costa Ribeiro A. Psicóloga (CRP 05/27525) e Psicanalista (EBP/ICP-RJ). Mestre e doutora em Teoria Psicanalítica (UFRJ). Pesquisadora e Professora Associada da Pós-graduação em Clínica Psicanalítica (IPUB/UFRJ).

Dra. Ondina Maria Rodrigues Machado, Psicóloga (CRP 05- 3672), Doutora em Teoria Psicanalítica pelo IP/UFRJ, Mestre em Ciências da Saúde pelo IPUB/UFRJ. Professora do Curso de Especialização em “Psicanálise: subjetividade e cultura” do I. de Ciências Humanas do D. de Psicologia da UFJF. Supervisora do Projeto Digaí Maré e Diretora da EBP- Seção Rio. Membro da Associação Mundial de Psicanálise (AMP).

Dr. Rossano Cabral Lima, Médico Psiquiatra infantil (CRM. 52 – 61536.4), Mestre e Doutor em Saúde Coletiva pelo IMS/UERJ, com período de doutorado no Instituto Max Planck de História das Ciências de Berlim (Alemanha). Professor do mestrado e doutorado do IMS/UERJ. 

Dra. Ruth Helena P. Cohen, Supervisora, Psicóloga (CRP 05-4499). Mestre e Doutora em Psicologia pela UFRJ. Professora Adjunta da Pós-graduação, mestrado e doutorado, do Instituto de Psicologia da UFRJ. Membro do Clinpp da UFRJ. Psicanalista da EBP – Rio/AMP. 

Dr. Sérgio Cwaigman Prestes, Psicanalista, Mestre em Saúde Coletiva (IMS/UERJ), Doutor em Psicologia (IP/UFRJ), Psicólogo (CRP:05- 14230) da Secretaria Municipal de Duque de Caxias, Analista membro da Escola Lacaniana de Psicanálise do Rio de Janeiro. 

 

DIAS E HORÁRIOS DAS AULAS, SUPERVISÕES E ATENDIMENTO CLÍNICO


Sextas-feiras
Supervisão: 13:15 as 15:45 hs

Sábados
Aulas: 9:00 às 16:50 hs

Plantão e Atendimento Clínico: para alunos autorizados, será agendada uma manhã ou tarde para esta(s) atividade(s).

OBS.: 
* Orientação de trabalho de fim de curso - sextas feiras das 11:30 hs as 13:15(terceiro semestre do curso);
* Recesso: previsto para  Julho e Dezembro/Janeiro.


CRÍTERIOS PARA O ATENDIMENTO CLÍNICO SUPERVISIONADO



* São realizados durante os dias da semana, de segunda a quinta feira, com exceção para os alunos residentes em outras cidades (sextas e sábados);

* No segundo semestre do curso os alunos autorizados para o exercício da clínica deverão dedicar uma manhã ou tarde para atendimento/Plantão no SEPAI;


INSCRIÇÃO


A inscrição deverá ser realizada na Coordenação de Assuntos Educacionais – CAE do Hospital São Zacharias, pelo candidato ou seu representante legal munido de procuração. 

Documentos Necessários

* Cópias do Diploma da Graduação (ou declaração de conclusão, indicando que o diploma está em andamento);
* Histórico Escolar da Graduação;
* Curriculum Vitae;
* Memorial;
* Documento de identidade e CPF. Psicólogos devem apresentar identidade do CRP;
* 2 Fotos 3 x 4;
* Comprovante de residência.
* Memorial: máximo de 2 páginas, contendo, preferencialmente os seguintes aspectos:

o Atividades profissionais ou estágios realizados, quando realizados;
o Apresentação das razões que trazem o aluno ao Curso de Especialização, expectativas e objetivos; 
o Análise Pessoal

OBS:
* Toda a documentação deve ser apresentada em 2 copias.
* Os documentos podem  ser  cópias autenticadas ou cópias com apresentação dos documentos originais.
* A taxa de inscrição só será devolvida em dia previamente agendado, em caso de cancelamento do curso pela Santa Casa – UCAM.


SELEÇÃO

Analise Curricular e Entrevista

 

INVESTIMENTO

INSCRIÇÃO - R$150,00 (cento e cinquenta reais). O aluno somente estará habilitado ao processo seletivo mediante apresentação de comprovante de pagamento do valor de inscrição.

O curso poderá ser pago em 22 parcelas da seguinte forma:
Do dia 30 até 05 do mês: R$ 480,00
Do dia 06 ate 10 do mês: R$ 530,00
Do dia 11 até 15 do mês: R$ 580,00
A partir do dia 16: R$ 680,00.
A primeira parcela refere-se ao mês de inicio do curso e será quitada imediatamente à aprovação no processo de seleção.



CERTIFICADO


O aluno que preencher satisfatoriamente os quesitos frequência e aproveitamento terá direito ao Título de especialista. Demais quesitos que regem a relação Aluno/Instituição, poderão ser encontrados no Contrato de Prestação de Serviços Educacionais e no Regimento Interno do Curso.

 



Hospital São Zacharias
Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro
Av. Carlos Peixoto 124, Botafogo (em frente ao Shopping Rio Sul)
Coordenação de Assuntos Educacionais, 5º andar
Horário de Funcionamento: 09:00 as 17:00 hs
Telefone: (21) 2244-2698 e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
www.hsz.org.br



JoomShaper